Releases


28/8/2013 - Flexform desenvolve estratégia diferenciada de retenção de funcionários para diminuir turn over

Por meio de recursos como o programa de recrutamento interno e um plano de carreira arrojado, a companhia permitiu que um boy chegasse à diretoria. Atualmente, quase metade dos 550 colaboradores diretos fez carreira na empresa e está há pelo menos seis anos integrando a equipe Flexform.
 
O diretor administrativo Claudio Abreu é um dos exemplos da eficiência na gestão do departamento de recursos humanos da Flexform, empresa líder no mercado de cadeiras e poltronas corporativas e assentos para coletividade na América Latina. Há 32 anos, ele ingressou na companhia, preenchendo a vaga de motoboy. Com o passar dos anos, e recebendo o incentivo da empresa, Abreu foi buscando a qualificação necessária para participar dos programas de recrutamento interno, galgando postos cada vez mais altos. Formou-se em economia, ciências contábeis e direito, fez duas pós-graduações e, atualmente, ainda cursa um MBA em controladoria financeira, pela Fundação Getúlio Vargas.
 
Longe de ser um caso isolado na empresa, Abreu tem outros tantos colegas que entraram na Flexform há mais de 30 anos. É o caso de Luara Canobre, que entrou na empresa como recepcionista e atualmente é assistente de comunicação e Izabel Felix Vilela, que está à frente do Serviço Social, é outro exemplo de colaborador que fez sua história profissional dentro da Flexform, onde entrou como costureira, há exatos 6 anos. “Hoje em dia, cerca de 37% dos nossos funcionários está na empresa há mais de seis anos, o que é um tempo bastante razoável, considerando que nessa indústria de transformação o turn over é relativamente alto”, pondera Daniela Lima, do departamento de RH da Flexform. Neste montante, há diversos colaboradores contando mais de 30, 20 ou 10 anos de empresa.
 
Os resultados são fruto do investimento feito no pessoal, considerado o capital mais valioso da empresa. Um plano de carreira estrategicamente planejado permite a ascensão de todos aqueles que se destacam em suas funções e buscam atender aos critérios técnicos exigidos, qualificando-se. “A Flexform privilegia, sempre que possível, o recrutamento interno. O objetivo é estimular o desenvolvimento, a iniciativa e a motivação dos nossos funcionários”, afirma Daniela. Para tanto, as novas vagas são divulgadas nos quadros de avisos da empresa, nosso programa “FlexPRI” e os interessados precisam procurar o RH para comunicar sua intenção em preenchê-las. Um diferencial é que, caso o colaborador não se adapte à nova função, há a possibilidade de retorno à vaga ocupada anteriormente ou de realocação em outro setor.
 
Para oferecer a capacitação adequada aos colaboradores, permitindo o crescimento profissional, a Flexform também desenvolveu o “Flexformando”, programa que possibilita o acesso a cursos de formação em nível superior (graduação plena ou profissionalizante), pós-graduação lato sensu (especializações e MBA – acima de 360h), mestrado, doutorado ou similares. “Os colaboradores aprovados contam com subsídios nos valores de suas mensalidades em até 50%”, destaca Daniela.
 
Entre tantos programas que colaboram para a retenção de seus funcionários, outro projeto que se destaca é o de clima organizacional. “Todos os anos a Flexform submete seus departamentos a uma pesquisa de clima organizacional, aplicada por uma consultoria externa. Os principais pontos levantados nesse estudo são informados a todos os níveis organizacionais e as possíveis insatisfações são tratadas com muita seriedade pelo RH e pelos líderes da área correspondente”, explica Daniela. Atualmente, a filosofia organizacional da Flexform está alicerçada no conceito “Aqui Trabalhamos com Alegria”, que permeia todas as ações estratégicas da empresa, está presente no ambiente de trabalho da fábrica e do setor administrativo. “Nossa empresa acredita na premissa de que quando as pessoas estão bem e se sentem bem no lugar onde trabalham, desenvolvem suas atividades com excelência. Nesse cenário, todos saem ganhando, inclusive os nossos clientes”, finaliza Pascoal Iannoni, diretor da Flexform.

Sobre a empresa
A Flexform é líder no mercado de cadeiras e poltronas corporativas e assentos para coletividade na América Latina. Em 2012, obteve faturamento de R$ 165 milhões, sempre garantindo a excelência na qualidade de seus produtos. Possui parceria com grandes companhias internacionais como a americana Knoll e a italiana Bericoplast, e com o escritório italiano dos renomados designers Baldanzi & Novelli. Instalada em um moderno parque industrial de 55 mil m², na região de Guarulhos, São Paulo, a Flexform tem se posicionado no mercado de mobiliário corporativo como uma companhia inovadora desde o início de sua trajetória, em 1965. Criadora de novas tecnologias e sistemas patenteados que são utilizados em todo o Brasil e fora dele, a Flexform lança tendências ao desenvolver produtos da mais alta qualidade e que proporcionam conforto, emprestam beleza aos ambientes e ainda ajudam a integrar as pessoas. 

ASSESSORIA DE IMPRENSA


marketing@flexform.com.br




ver todas