Releases


26/9/2011 - Pascoal Iannoni fala à EXAME

 A Flexform está acostumada a antecipar as tendências do mercado. A Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016 ainda estão longe de acontecer, mas ela vem se preparando para os dois eventos desde 2008.

 

 Em 2009, firmou parceria com a italiana Bericoplast e passou a desenvolver assentos esportivos de acordo com as recomendações da FIFA, podendo assim atender às prerrogativas dos 12 estádios principais, bem como das subsedes. Sabendo que cada estádio da Copa do Mundo terá em média 60.000 assentos - entre arquibancadas, camarotes, setores VIP e o banco de reservas -, a Flexform reforçou sua capacidade de produção com investimentos em uma nova linha de montagem.

 

 A intenção é fornecer para, ao menos, dois ou três estádios dos 12 que serão sede dos jogos de 2014. Com isso, ela deverá faturar aproximadamente 50 milhões de reais por arena e sua receita total, de 125 milhões em 2010, poderá dobrar em três anos. O Presidente da Flexform, Pascoal Iannoni, disse à Revista EXAME: "Estamos muito animados porque há chances de pedidos também para hotéis e aeroportos".

 

 

EXAME – Edição Especial Remuneração

Edição 999 – Ano 45 – nº 16

Publicada em 7/09/2011

ASSESSORIA DE IMPRENSA


marketing@flexform.com.br




ver todas