Escolha uma Página

É notável que a dinâmica e o ambiente de trabalho passaram por mudanças importantes nos últimos anos. Antigamente, o design corporativo era baseado em uma linha produção, com mesas de divisórias altas, cores sóbrias, quase nenhuma decoração e nada que pudesse ser considerado motivo de desvio de atenção dos funcionários no horário de expediente.

O conforto e o bem-estar dos trabalhadores também eram negligenciados, e quesitos como ergonomia não passavam pela cabeça de gestores e empresários. Problemas decorrentes de má postura, objetos de trabalho inadequados e esforços repetitivos eram motivos constantes de faltas ao trabalho e afastamentos, o que fez com que os donos de empresas reconsiderassem algumas posturas em relação à saúde dos funcionários.

Para se ter uma ideia, de acordo com uma pesquisa divulgada pela OMS (Organização Mundial da Saúde) cerca de 80% da população mundial sofre com dores nas costas, muitas delas derivadas de má postura e equipamentos de trabalho não ergonômicos.

Assim, vários objetos foram repensados para que os colaboradores tivessem mais comodidade ao desempenharem suas funções, inclusive a cadeira giratória para escritório, que é considerada um dos itens mais importantes quando falamos em ergonomia.

Elaboramos este artigo explicando a importância da escolha da cadeira correta e como fazer isso sem erros e arrependimentos. Continue a leitura para saber mais sobre o assunto!

O que dizem as normas da ABNT sobre cadeiras de escritório?

A norma ABNT NR17 (mais precisamente o anexo 2, tópico 2.1) estabelece exclusivamente diretrizes sobre mobiliário e cadeiras para escritório. É interessante que o arquiteto de projetos corporativos fique por dentro de alguns desses tópicos para orientar o cliente na hora da aquisição das cadeiras.

Além disso, o cliente também deve estar a par das possíveis punições caso ele não cumpra os requisitos da norma. Dependendo do tamanho da empresa, o valor da multa pode chegar a quase 10 mil reais.

Outra norma técnica é ABNT NBR 13962, que descreve metodologias de ensaios para identificar o desempenho do produto.

É sempre interessante ficar atento às normas e laudos técnicos na hora de especificar uma cadeira de escritório.

É possível unir design e ergonomia?

Sim, é inteiramente possível unir design e ergonomia em uma mesma cadeira. Um bom arquiteto é capaz de elaborar um projeto em que os mobiliários, principalmente as cadeiras, conseguem valorizar a decoração do ambiente com a combinação de cores e proporcionar conforto e bem-estar aos funcionários. Existem, inclusive, algumas páginas destinadas aos profissionais do design e arquitetura que apresentam diversas possibilidades de harmonização de tonalidades, fornecendo inspiração e criatividade para novos projetos.

Além disso, as diferentes cores podem influenciar no desempenho das atividades dos funcionários.

Cadeiras com tonalidades predominantemente vermelhas, por exemplo, podem favorecer a criatividade, mas gerar um clima mais estressante e competitivo.

O azul e o verde-claro transmitem a sensação de calma e tranquilidade, mas não devem ser as cores predominantes porque podem causar sonolência e procrastinação.

Além disso, o design deve condizer com os valores, o segmento e o estilo da empresa. Uma empresa da área ambiental, por exemplo, deve utilizar cadeiras cujos materiais sejam sustentáveis, ao passo que um escritório de publicidade e criação deve focar em modelos mais arrojados, modernos e inovadores.

A sobriedade e o tradicionalismo dos modelos e das cores da cadeira giratória para escritório devem estar presentes na área do Direito, por exemplo.

Qual é o melhor tipo de material e tecido para as cadeiras?

De acordo com o que diz a norma, a cadeira deve ser estofada, sendo as espumas injetadas mais indicadas do que as laminadas, já que são mais resistentes, duráveis e já saem com os moldes do encosto e do assento.

Os materiais de revestimento são diversos, com tecidos naturais e sintéticos, de boa qualidade. Confira os principais deles e suas características.

Tecidos naturais

  • Couro: bastante durável, fácil de limpar e dá um ar de requinte e elegância ao ambiente. São aceitos pequenas variações e defeitos demonstrando melhor sua essência natural.
  • Crepe de lã: feito com fios de lã torcidos. Muito confortável e macio.

Tecidos sintéticos

  • Revestimento sintético (visualmente parecido com couro): mais econômico, bonito, melhor variações de cores e permite melhor limpeza.
  • Poliéster: boa resistência e infinidades de desenhos
  • Telas: Utilizadas na maioria das vezes no encosto. Podem auxiliar na melhor troca de calor do usuário com o ambiente. Melhor ainda para a limpeza.

Quais são os modelos de cadeiras de escritório?

Existem diversos tipos de cadeiras usadas em ambientes corporativos disponíveis no mercado. O modelo ideal varia de acordo com a frequência de uso, o local a ser utilizado e o público a ser atingido.

Veja os principais modelos giratórios abaixo.

Cadeira Secretária

Trata-se de um modelo de cadeira bastante simples. Embora tenha sistema de ajustes para se adequar às normas da ABNT, é destinada aos usuários que não precisam ficar muito tempo sentados durante o expediente.

Cadeira Caixa

É parecida com a cadeira secretária, mas, por ser utilizada em balcões de atendimento, costuma ser mais alta, podendo o assento chegar a 72 cm. Costuma ter sapatas niveladoras, que proporcionam uma melhor fixação ao chão. Além disso, têm um aro que permite o descanso dos pés e pode ser ajustado de acordo com a altura do usuário.

Cadeira Executiva

É o modelo mais utilizado em escritórios nos quais os funcionários passam muito tempo sentados e não há atendimento direto ao público. Os sistemas de ajuste são mais flexíveis e inteligentes, podendo ser personalizados de acordo com a altura e o biotipo de cada pessoa. São bastante confortáveis, facilitam a mobilidade e atendem a todas as normas ergonômicas com facilidade.

Cadeira Presidente

Como o próprio nome já diz, esse costuma ser o modelo mais caro, sendo destinado aos funcionários que ocupam posições mais altas na empresa, como CEO, Presidente etc.

Os tecidos e materiais são mais nobres, como inox e couro. Além disso, as cadeiras têm apoio para cabeça e as espumas do estofamento são de ótima qualidade — o que proporciona um conforto ímpar.

Cadeiras para obesos

Hoje em dia, muitas empresas investem na inclusão e na diversidade. É importante ter pelo menos uma ou duas cadeiras destinadas a pessoas obesas e que obedeçam às regras de ergonomia. No geral, essas cadeiras suportam até 150 kg, já que dispõem de uma base com estrutura reforçada, bem como encostos e assentos com alturas reguláveis.

Escolher o tipo de cadeira giratória para escritório é uma etapa muito importante na elaboração de um projeto arquitetônico de ambientes corporativos. É importante levar em conta também o estilo da decoração na hora de escolher o modelo e o material da cadeira. Outro ponto importante é analisar por quem e por quanto tempo essa cadeira vai ser utilizada no dia a dia.

Gostou do artigo? Aproveite e entre em contato conosco para que possamos ajudar você a aliar produtividade e ergonomia!

acompanhe a flexform

Cadastre-se para receber a nossa newsletter e fique por dentro das novidades.

Av. Papa João Paulo 1, 1.849 - CEP: 07170-350 - Guarulhos - SP - Telefone: +55 11 2431-5511

Copyright 2019 © FLEXFORM Desenvolvido e otimizado por –