Escolha uma Página

Open Office: comunicação e produtividade

Espaços amplos com número reduzido de paredes, salas e estações de trabalho. Equipes sentadas lado a lado, mesas e informações compartilhadas. Sejam bem-vindos a era dos formatos de escritórios abertos, popularmente conhecidos como open offices.

Este novo modelo de escritório é cada vez mais popular entre as empresas, dos mais variados portes e segmentos, devido ao seu conceito moderno que promete combinar redução de custos e aumento da produtividade dos colaboradores. Um verdadeiro sonho para qualquer gestor.

Leia também: Os escritórios mudaram

Teoricamente, ao quebrar as barreiras de comunicação entre os colaboradores, aproximando uns dos outros e de seus líderes em um modelo de gestão horizontal, permite que todos estejam envolvidos nos projetos em andamento de maneira simultânea, compartilhando informações, ideias e soluções. As equipes tornam-se mais integradas e consequentemente, mais produtivas.

Entretanto, na prática, a forma de se relacionar nos ambientes corporativos com esta configuração de espaço não é tão simples quanto parece. O cara a cara compete diretamente com o digital: e-mails, mensagens instantâneas, grupos de WhatsApp e uma série de formatos possíveis de interação, avançam acima do relacionamento físico, e com isso, alguns comportamentos já vem sendo observados, como:

Mensagens Eletrônicas

À procura de privacidade, ou tentando não incomodar um colega de trabalho aparentemente ocupado, muitos colaboradores acabam optando pela troca de mensagens ao invés da interação direta.

Concentração

Conversas paralelas podem desconcentrar e levar ao uso de dispositivos de isolamento como fones de ouvido ou mesmo situações embaraçosas como um olhar aborrecido de alguém incomodado.

Limites Espaciais

Com um ambiente mais aberto há uma maior dificuldade em definir quem é a fonte principal das informações, quem controla o que e a quem se reportar.

Os pontos citados acima podem ser facilmente driblados de acordo com o direcionamento da cultura corporativa, que pode estabelecer regras de convivência que incentivem o respeito e consideração pelos colegas de trabalho. A empresa precisa estar culturalmente preparada para este tipo de mudança.

É importante salientar que os ambientes de trabalho estão em constante evolução e cabem às empresas estudarem e testarem os vários formatos de escritórios de acordo com as demandas e objetivos do seu negócio.

acompanhe a flexform

Cadastre-se para receber a nossa newsletter e fique por dentro das novidades.

Av. Papa João Paulo 1, 1.849 - CEP: 07170-350 - Guarulhos - SP - Telefone: +55 11 2431-5511

Copyright 2019 © FLEXFORM Desenvolvido e otimizado por –